Publicações recentes

Contributors

Presos acusados de estuprar advogada na saída da Odonto Fantasy

quinta-feira, 12 de dezembro de 2013
Policiais do Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis (DAGV) da Polícia Civil prenderam na manhã desta terça-feira, 11, os três acusados de estuprar uma advogada de 27 anos na Rodovia José Sarney, bairro Mosqueiro (Zona de Expansão de Aracaju). O crime aconteceu na madrugada do último dia 24 de novembro, durante a saída do evento Odonto Fantasy 2013, no Sítio Terêncio. O desempregado George Wagner dos Santos, 31 anos, o motorista Michael Santos, 24 anos, e o pescador Ítalo Pinheiro Nascimento, o “Derinha”, 20 anos, foram detidos no povoado Areia Branca (Zona de Expansão), em cumprimento aos mandados de prisão temporária decretados pela 9ª Vara Criminal de Aracaju. De acordo com a delegada Renata de Abreu Aboim, responsável pelo inquérito, os três confessaram o estupro e foram reconhecidos pela própria vítima e por um amigo que a ajudou logo após o crime. As identidades dos suspeitos foram descobertas após um grande trabalho de apuração de informações colhidas nas redondezas do sítio e junto ao Disque Denúncia (181). Foi um verdadeiro quebra-cabeça que conseguimos montar, cruzando as informações que nossas equipes colheram no próprio local do crime, as denúncias que recebemos pelo 181 e as descrições e características que foram passadas pela vítima e outras testemunhas”, informou Renata. A polícia apurou que, naquela madrugada, George, Ítalo e Michael estavam consumindo bebida alcoólica na entrada da festa e, ao ver a advogada deixando o local, decidiram segui-la. Ela havia se perdido dos amigos que a acompanhavam dentro do evento e decidiu voltar para a chácara onde estava hospedada sozinha. No meio do caminho, a mulher tropeçou em uma pedra e se machucou ao cair. Os três homens se ofereceram logo para ajudar, a princípio, e a levaram até a chácara do amigo da vítima. Ela havia chamado o caseiro, mas ninguém apareceu. Foi quando os três se aproveitaram da situação e praticaram o crime”, conta a delegada, revelando ainda que “eles não estavam armados e nem usaram de violência maior, mas fizeram muitas ameaças para que a vítima não reagisse”. Ainda de acordo com Renata, a advogada fingiu que estava desacordada para que os acusados parassem de abusá-la, agindo desta forma no momento em que um dos amigos dela a viu na estrada. Um dos homens entregou a jovem “desmaiada” ao rapaz e disse que havia avistado a vítima caída na pista. “Inicialmente, esse amigo da advogada acreditou que o suspeito estava mesmo ajudando-a, mas a vítima só conseguiu contar que foi estuprada depois que chegou na casa do amigo”, disse. O caso foi registrado na Delegacia Plantonista e o trabalho de investigação do DAGV começou na segunda-feira quando a advogada prestou depoimento. A partir do levantamento de campo dos policiais e das características físicas, fotos de alguns suspeitos foram cedidas pelo Departamento ao Instituto de Identificação para que se fizesse o reconhecimento. Apresentamos as fotos à vítima e ela reconheceu três homens, enquanto o amigo reconheceu um, que foi quem lhe entregou a jovem. Com base nesse reconhecimento e nas informações, representamos pela prisão temporária por 30 dias, até para identificar os suspeitos e confirmar melhor as informações que tivemos”, esclareceu Renata. As prisões foram decretadas na tarde de segunda-feira. George, Ítalo e Michael foram levados ao DAGV e, ao serem novamente reconhecidos pela advogada, assumiram o crime. “Um deles, que foi o que levou a vítima ao amigo dela, confessou de imediato e deu detalhes de tudo, até da fantasia que a vítima estava vestida, o que até então nós não sabíamos”, afirma Renata, pontuando que os outros dois acusados até tentaram negar o crime, mas voltaram atrás depois de serem confrontados com todas as provas. Os três foram indiciados por crime de estupro e o DAGV já pediu a prisão preventiva do trio à Justiça. Caso sejam condenados, cada um deles pode ser punido com até 10 anos de prisão. 



Fonte: SSP

Nenhum comentário:

Postar um comentário