Publicações recentes

Contributors

GMA apresenta balanço de suas ações nos mercados centrais

quarta-feira, 20 de maio de 2015
Garantir a segurança e a tranquilidade de comerciantes, consumidores e turistas que frequentam os mercados centrais é a principal função da Ronda dos Mercados (Rondam), grupamento da Guarda Municipal de Aracaju (GMA) que atua nos mercados Antonio Franco, Thalles Ferraz e Albano Franco.

Como um dos principais atrativos turísticos da cidade, os mercados centrais têm merecido uma atenção especial da Guarda Municipal de Aracaju que ano após ano tem intensificado o patrulhamento preventivo na área. De acordo com o supervisor da GMA para os mercados, Acrenaldo Cardozo, esse reforço no efetivo se reflete no número de prisões e apreensões. “Trabalhamos hoje de forma ininterrupta com um efetivo de 10 homens apoiados por duas viaturas. Com a proximidade dos festejos juninos e aumento do número de turistas, haverá um aumento nesse efetivo que contará à partir do dia 1º de junho com mais dois guardas diariamente”, declara Acrenaldo.

Os números confirmam as palavras do supervisor. Só nos primeiros quatro meses de 2015, foram registradas 98 detenções, apreensão de 115 armas brancas, de 621 unidades de drogas (maconha, cocaína e crack), além de duas armas de fogo, dois simulacros (réplica) de armas de fogo. No mesmo período, três veículos foram recuperados e entregues aos seus proprietários.
De acordo com o diretor geral da Guarda Municipal de Aracaju, coronel Enilson Aragão, esse alto índice de ocorrências nessa região se dá principalmente pelo grande número de usuários de entorpecentes que afluem para a região. “É sabido de todos, que para essa região aflui um número substancial de consumidores de entorpecentes, que para manter o vício se lançam, inclusive no mundo da criminalidade. Para inibir a ação de usuários de drogas, traficantes e ladrões que atuam nessa área, temos trabalhado de forma preventiva com a realização de rondas periódicas e uma atuação mais incisiva nos casos de flagrante, com a prisão e encaminhamento dos acusados para a autoridade policial competente”, afirma Enilson.

Via ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário