Publicações recentes

Contributors

Você é vítima dos objetivos obscuros das classes dominantes?

terça-feira, 1 de dezembro de 2015

Historicamente observamos os abastados da sociedade ocupando as melhores posições sociais, profissionais, institucionais entre outras diversas. É verdade que hoje esse quadro está mudando um pouco. O que não percebemos é que as classes menos favorecidas e oprimidas, são levadas cada vez mais a exclusão do sistema e a participarem de um funil onde a seleção acontece pela percepção daqueles que instintivamente souberam distinguir o que realmente é útil e o que é obsoleto no processo de formação.

Caracteristicamente falando, pobres e ricos fazem papeis diferentes num contexto de sociedade seletiva, exemplo disso são os meios de informação aos quais os dois grupos podem ter acesso.

Fortemente influenciados pela mídia de massa, pobres são submetidos a um conjunto de ideias que permeia o cotidiano da sociedade. O que vemos é que programações direcionadas e a criação de modelos de personagens povoam mais as mentes menos favorecidas, levando ao advento da ideia inicial das classes dominantes que buscam indefinidamente para si as melhores oportunidades que são garantidas pela ausência de imaginação dos menos favorecidos.

Portanto, são exemplos práticos de mídia de massa que permeiam o cotidiano das classes populares, as programações televisivas ou a imprensa popular, que diminuiu o montante de notícias ou informações uteis e as substitui por entretenimento ou cócegas que podem ser traduzidos em novelas, futebol, heróis, e programas de auditório, tudo financiado pelo sistema que quer ver cada dia mais submissa as classes menores.

Ilusões de ficção, Ideias de que todos precisam ter Times do coração, sonhos inalcançáveis de grandes riquezas fáceis (sem estudo e sem educação), são ideias de sucessos que caem do Céu para tornar seres “ídolos”, programação de entretenimento que fazem as pessoas perderem seu tempo precioso e serem apenas fantoches.

Você que se enquadra na classe de cultura popular não se deixe levar pelos objetivos obscuros da classe dominante, lute e vença ocupe você também os lugares que foram "reservados" para eles, seja um Juiz, Promotor, Doutor, Auditor, entre outras vagas as quais os abastados se acham possuidores.


É aqui que reside o equívoco, um povo não é culturalmente evoluído, não por culpa das pessoas mas das suas elites.

Nenhum comentário:

Postar um comentário