Publicações recentes

Contributors

Casos de microcefalia levantam polêmica a respeito do aborto

quinta-feira, 25 de fevereiro de 2016


A epidemia do zika vírus trouxe com ela o trágico efeito da microcefalia , o que é a microcefalia? São bebês que após os 9 meses nascem com o tamanho da cabeça menor ou igual a 32 cm , Os sintomas da doença é défict cognitivo, visual ou auditivo e epilepsia, esses são apenas alguns dos problemas que podem aparecer.

É possível também diagnosticar a microcefalia ainda na gestação, através da ultrassonografia o médico consegue medir o crânio do feto .Essa doença não tem cura ,é possível apenas melhorar o desenvolvimento mas é preciso a ajudar de profissionais como fisioterapeutas, fonoaudiólogos e terapeutas ocupacionais.


Com base nesta introdução já dar para entender melhor o assunto que será abordado aqui , o ziku vírus já é um problema de âmbito nacional e o maior índice é no nordeste ,principalmente em Pernambuco.

O que se discute atualmente é a possibilidade de gestantes contaminadas pelo zika vírus e diagnosticado a microcefalia no feto ter a faculdade de abortar, esse questionamento está sendo levado ao supremo tribunal federal (STF) pelo mesmo grupo que em 2012 conseguiu a aprovação do STF para aborto de bebês anencéfalos. O que se discute é que essa epidemia fere a nossa constituição no que diz direito à saúde e a seguridade social, é um caso de negligência do governo e não é justo que as gestantes tenham que pagar por falhas de políticas públicas do Estado. Como foi dito acima a epidemia abrange significativamente os lugares pobres, quem tem mais necessidade não pode ser privado do direito de escolher sobre a própria vida , pois quem tem condições, o governo aprovando ou não o aborto, eles acontecem clandestinamente, colocando em risco a sua própria vida.

E esse caso por ser de calamidade pública merece atenção , é caso de urgência ,pois sabemos que a justiça é lenta , para ser aprovado o aborto de bebês anencéfalos passou-se 8 anos, isso não pode acontecer com os casos de microcefalia . É sabido que o aborto não é a solução para essa situação, mas seria uma maneira de proteger as mulheres vítimas do descaso do governo , que não consegue vencer um MOSQUITO.

Tem juiz permitindo o aborto de bebês com microcefalia  que não tem chances de nascer com vida , com o fundamento dos casos de bebês anencéfalos que também não tem chances de sobreviver fora do útero, por ser casos parecidos ,foi usado essa interpretação .

Mas o que está sendo levado ao STF não é somente o aborto de bebês com microcefalia que não tem chances de sobreviver , o que se questiona é a faculdade da gestante de diagnosticar e poder fazer o aborto legalmente.Que na minha opinião deve ser aprovado, e com urgência.

Franciely Martins

COm informações: BCC Brasil e folha de são Paulo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário