Publicações recentes

Contributors

Veja como funcionam as faixas exclusiva e preferencial do BRT em Aracaju

sábado, 19 de março de 2016
Veja como funcionam as faixas exclusiva e preferencial do BRT em Aracaju

Durante as comemorações do aniversário da capital sergipana, foram apresentados para a população pelo prefeito João Alves Filho, 10 ônibus articulados que dão início à implantação do Sistema BRT. Estes ônibus começam a circular a partir desta segunda-feira, 21, no primeiro corredor, o da Avenida Beira-Mar, que liga o terminal da Zona Sul, na Atalaia, ao terminal do Marcos Freire, em Socorro.

Na faixa preferencial para ônibus onde a sinalização azul tem traços, não é continua, a exemplo de trechos da Avenida Ivo do Prado, a preferência é do transporte coletivo, os demais veículos só poderão circular quando a via da esquerda estiver ocupada. A faixa azul também poderá ser usada quando o condutor for fazer conversão para acessar uma rua, entrar e sair de prédios ou residências.


Já na faixa exclusiva só será permitido ônibus do transporte coletivo. Eles terão permissão para ultrapassar outro coletivo pela faixa da esquerda somente em pontos de ônibus – locais estabelecidos pela SMTT. Essa medida servirá para evitar congestionamento destes veículos na faixa exclusiva. Para ordenar esse fluxo, todos os motoristas foram capacitados pelas empresas.

Quanto à utilização ou não dos corredores de ônibus pelos táxis de Aracaju, a definição ocorrerá em reunião a ser realizada pelo prefeito João Alves com a secretária de Defesa Social e da Cidadania Georlize Teles e o superintendente Nelson Felipe.

Em caso de desobediência, o condutor, seja ele de ônibus ou qualquer outro tipo de veículo, será multado, conforme prevê o artigo 184 do Código de Trânsito Brasileiro(CTB). Mas antes da medida entrar em vigor, a SMTT fará ampla divulgação da data de início da fiscalização.

De acordo com o superintendente da SMTT Nelson Felipe, o Sistema BRT trará melhorias importantes para a mobilidade da cidade. “São corredores exclusivos para o transporte público coletivo, também compartilhado com transportes complementares da região metropolitana. O objetivo é buscar mais fluidez ao trânsito de coletivos e diminuir a espera do passageiro no ponto de ônibus”, explicou Nelson.

Via SMTT

Nenhum comentário:

Postar um comentário