Publicações recentes

Contributors

Plano Nacional de Segurança Pública chega no mês de janeiro em Aracaju

terça-feira, 6 de dezembro de 2016

Representantes da Secretaria Nacional da Segurança Pública do Ministério da Justiça e Cidadania (Senasp/MJ) estão em Aracaju para começar a definir detalhes para o início dos trabalhos do Plano Nacional de Segurança Pública em Sergipe. Eles também já visitaram Natal (RN) e Porto Alegre (RS), escolhidas com Aracaju para receber os investimentos do Governo Federal. Toda a proposta de confecção do plano foi apresentada à cúpula da Secretaria da Segurança Pública (SSP) e outros órgãos. 
 

A reunião aconteceu na manhã desta terça-feira, dia 6, na Sala de Situação do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar, onde foram apresentados os pontos principais na parte operacional e de inteligência que estão sendo discutidos entre a Senasp/MJ e os estados que receberão o Plano Nacional. O foco é a diminuição das taxas de homicídios dolosos e violência contra a mulher. 

Segundo Humberto Freire, coordenador geral de articulação e integração da Senasp/MJ, a construção do plano integrado em Sergipe deverá acontecer até o dia 16 de dezembro. A ideia é identificar as razões da criminalidade, quais as ações imediatas para combater as taxas de crimes e o reforço necessário, que passa pelo envio da Força Nacional, novos equipamentos e racionalização do sistema prisional no estado. “O plano vai ser construído, identificará as demandas e qual o reforço deverá ser direcionado para Aracaju”, explicou Humberto Freire. 

Várias unidades do Ministério da Justiça estão mobilizadas para construir o plano, a exemplo da Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Departamento Penitenciário Nacional (Depen) . Já na tarde desta terça-feira, haverá o encontro de grupos compostos por integrantes da SSP, Polícia Militar, Polícia Civil, PF, PRF, Sejuc, Guarda Municipal de Aracaju e outros órgãos, que definirão pontos na área operacional e de inteligência de Segurança Pública. Os ajustes seguem até o dia 16 de dezembro. 
 

A mesma metodologia adotada para a confecção do Plano de Segurança em Aracaju, Natal e Porto Alegre foi utilizada nos Jogos Olímpicos Rio 2016, Copa do Mundo, Jogos Mundiais da Juventude e outros grandes eventos. As discussões até o dia 16 têm como foco modelos de operações, definição do que será empregado no terreno, inteligência e infraestrutura. Ainda serão definidos, levando em consideração a realidade de Sergipe, protocolos integrados de casos de homicídios e rondas, ações simultâneas, barreiras, operações ostensivas e de polícia judiciária, monitoramento de alertas (tornozeleiras, botão de pânico e câmeras).

Fonte: SSP/SE

Nenhum comentário:

Postar um comentário