Publicações recentes

Contributors

Redução de assaltos a ônibus em Aracaju, trabalho integrado da Guarda Municipal

sábado, 18 de março de 2017


Andar de ônibus na capital sergipana e transitar pelos terminais de integração da capital até pouco tempo era algo complicado por causa dos altos índices de crimes relacionados a roubos, furtos e arrastões. 

Seguindo uma orientação direta do prefeito Edvaldo Nogueira e visando a reconstrução do transporte público, a Guarda Municipal de Aracaju (GMA) vem mudando essa realidade.A corporação começou um processo de interação com as demais forças de segurança que atuam na capital, principalmente com as polícias Militar e Civil. 

Após uma série de reuniões estratégicas entre esses órgãos, Sindicato dos Rodoviários e o Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros do Município de Aracaju (Setransp), teve início uma mega operação conjunta de combate aos crimes no transporte público, visando assegurar aos usuários do sistema integrado de transporte deslocamentos seguros e sem incidentes.
Desta forma, no dia 13 de fevereiro, a GMA deflagrou a operação "Terminal Seguro", que emprega diariamente uma média de 30 guardiões nos seis terminais da capital atuando no policiamento preventivo desses espaços públicos e seus arredores, dando à população mais segurança.
Como resultado direto do trabalho desenvolvido pela GMA nos terminais, pela Polícia Militar, através de blitz e policiamento ostensivo, e das investigações realizadas pela Polícia Civil, os índices de assalto a ônibus vêm diminuindo mês a mês. O último levantamento realizado pelo Setransp aponta que no mês de fevereiro deste ano ocorreram 67 assaltos a ônibus contra 175 no mesmo período do ano passado, uma redução de 61,71%.
"A população aprovou e tem apoiado o trabalho realizado pela GMA nos terminais. Atualmente podemos comprovar isso pelo número de interações e denúncias que partem da população. Essa participação, aliada à estratégia aplicada pela GMA e demais órgãos de segurança, são os principais fatores para a redução desses números", afirma o diretor geral da GMA, o subinspetor Fernando Mendonça.
Ainda de acordo com o diretor, o empenho e a presteza dos guardiões envolvidos na operação são essenciais para passar à sociedade uma sensação de segurança não vista há muito tempo. "Nossa viaturas e motocicletas estão constantemente nos terminais. Os guardiões se integram à população e ouvem suas demandas. Essa parceria com o povo e o empenho e presteza demonstrado por nossos homens se transformam em apreensões e prisões. Somente a Guarda Municipal de Aracaju apreendeu nos dois primeiros meses de 2017 a quantidade expressiva de 68 facas, cinco armas de fogo, quatro imitações de armas e 229 unidades de drogas, a grande maioria nos terminais ou nos ônibus do transporte coletivo", finaliza Mendonça.

Via Ascom

Nenhum comentário:

Postar um comentário