Publicações recentes

Contributors

Tamanduá é encontrado em condomínio de São Cristóvão

domingo, 23 de abril de 2017
Tamanduá é encontrado em condomínio de São Cristóvão

tamanduá-mirim (nome científico:Tamandua tetradactyla), também chamado tamanduá-coletejalecomelete ou mixilafêmea, foi localizada em um prédio de apartamentos no início da manhã deste sábado (22) no Conjunto Eduardo Gomes em São Cristóvão (SE). O morador saia de casa e ao abrir a porta se deparou com o animal .

A tamanduá foi capturada e colocada em uma caixa de papelão até a chegada da do Pelotão de Polícia Ambiental. Após examinada a melete  foi devolvida à natureza.

Este mamífero xenartro da família Myrmecophagidae, sendo encontrado da Venezuela ao sul do Brasil. É uma das quatro espécies de tamanduás e junto com as preguiças está incluído na ordem Pilosa. São reconhecidas quatro subespécies. É um animal arborícola e pode ter até 105 cm de comprimento. 

É reconhecido principalmente por um padrão de pelagem que faz com que pareça que ele usa um colete preto, apesar de que essa coloração pode variar, com indivíduos totalmente pretos ou marrons. Possui longas garras nas patas anteriores, e caminha apoiando o peso sobre os pulsos dos membros anteriores, contrastando com o tamanduá-bandeira, que é nodopedálico.

Pode ser encontrado em muitos ambientes, desde florestas até savanas, mas é predominantemente florestal, sendo encontrado com frequência em bordas de florestas, preferindo forragear nesses ambientes. São animais solitários, de hábitos que podem ser tanto diurnos quanto noturnos. 

Se alimenta preferencialmente de formigas e cupins, preferindo as castas reprodutivas de formigas, e não soldados. Seus predadores incluem felinos de grande e médio porte, como a onça-pintada, a suçuarana e a jaguatirica. Os filhotes são carregados nas costas da mãe, até que se tornem independentes, mas ocasionamento podem ser deixados em "ninhos".


Nenhum comentário:

Postar um comentário