Publicações recentes

Contributors

Aracaju recebe simpósio sobre diagnóstico e tratamento de câncer renal

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Especialistas do setor de oncologia debatem sobre atenção ao paciente e tratamento para câncer no rim, um dos mais raros do mundo

Aracaju, 7 de agosto de 2017 - Estimativas da Organização Mundial de Saúde (OMS) indicam que, entre 2016 e 2017, são esperados 600 mil novos casos de câncer apenas para o Brasil. Os tipos menos incidentes corresponderão, juntos, a cerca de 51 milcasos1 – o câncer renal, por exemplo, é responsável por cerca de 3% dentre todos os tipos de câncer no mundo2, o que contribui para que seja um dos menos discutidos na área oncológica. 
O Carcinoma de Células Renais (CCR), conhecido também como câncer de rim, decorre da transformação das células dos túbulos que formam os néfrons – estruturas microscópicas responsáveis pela filtração e formação da urina dentro dos rins –, que passam a se multiplicar de forma anormal, dando origem ao tumor. Assim como outras doenças renais, o câncer de rim é uma doença silenciosa, fazendo com que muitos pacientes descubram o tumor por acaso – ao fazer um exame de imagem por outros motivos, por exemplo. Com isso, grande parte dos diagnósticos é feito com a doença em estágio avançado ou metastático, quando as chances de cura são menores. Por isso, é necessário estar atento a qualquer sinal atípico, como presença de sangue na urina, dor abdominal e lombar, fadiga constante, perda de peso repentina e febre intermitente.
Para abordar o assunto, médicos, enfermeiros e farmacêuticos se reunirão em um simpósio no próximo dia 10 de agosto, em Aracaju, Sergipe. O objetivo é chamar a atenção para a importância do diagnóstico precoce do câncer e capacitar os profissionais de saúde do Estado para oferecer melhores serviços à população. O evento contará com a presença do oncologista Diogo Assed e da enfermeira-chefe Daniela Vivas, ambos do ICESP – Instituto do Câncer de São Paulo, um dos maiores centros de referência em oncologia da América Latina. O encontro será liderado pelo Dr. Michel Alves, oncologista do Hospital de Urgências de Sergipe (HUSE), único hospital estadual de oncologia de Sergipe.

Sobre a Novartis
A Novartis oferece soluções inovadoras de cuidados com a saúde que atendem às necessidades em constante mudança dos pacientes e da população. Com sede em Basileia, na Suíça, a empresa oferece um diversificado portfólio de medicamentos inovadores, genéricos, biossimilares e produtos para cuidados com os olhos a fim de melhor atender a essas demandas, sendo a única empresa global com posições de liderança nessas áreas. Em 2016, as operações do Grupo atingiram vendas líquidas de US$ 48,5 bilhões e cerca de US$ 9 bilhões foram investidos em pesquisa e desenvolvimento. As empresas do Grupo Novartis empregam aproximadamente 119.000 colaboradores e seus produtos estão presentes em mais de 155 países ao redor do mundo. Para mais informações, acessewww.novartis.com.br


Referências
1. GLOBOCAN 2012: Estimated Cancer Incidence, Mortality and Prevalence Worldwide in 2012. Disponível em http://globocan.iarc.fr/Default.aspx. Último acesso: janeiro de 2017.
2. Cho E1, Adami HO, Lindblad P. Epidemiology of renal cell cancer. Hematol Oncol Clin North Am. 2011 Aug;25(4):651-65 
3. UCLA. Symptoms of Kidney Cancer. Disponível em http://urology.ucla.edu/body.cfm?id=439. Último acesso: julho de 2017.

Nenhum comentário:

Postar um comentário