Salões de beleza para orientar sobre violência doméstica

Compartilhar:

Clientes de salões, que sofram ou não violência Doméstica receberão dicas sobre como procurar ajuda.

Salões de beleza para orientar sobre violência doméstica
O programa Mãos emPENHAdas contra a Violência, lançado nesta segunda-feira (12) no Rio de Janeiro vai capacitar profissionais de beleza para orientar clientes de salões e clínicas de estética sobre onde buscar ajuda em casos de violência doméstica.

A iniciativa é uma parceria entre o Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro, o Serviço Nacional do Comércio (Senac) e o Serviço Social do Comércio (Sesc) e tem o objetivo de difundir, de forma preventiva, informações sobre a Lei Maria da Penha, que completou 13 anos na semana passada, e sobre a rede de apoio à mulher vítima de violência doméstica.

A coordenadora da Mulher do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, juíza Jaqueline Machado, idealizadora do projeto, disse que o a iniciativa surgiu diante da percepção de que há, na sociedade, muita dificuldade em fazer as informações chegarem às mulheres vítimas de violência. “Sobre a rede de atendimento, onde e quando procurar ajuda, quando estavam em situação de risco ou num relacionamento abusivo”, explicou a juíza, ao falar sobre essas dificuldades.

Segundo Jaqueline, a profissional de beleza não acompanha a vítima até a rede de atendimento. “Ela informa a vítima, com materiais que a gente deixa nos salões, sobre os locais a que ela pode ir, o que é violência, quais os tipos de violência. Existem vários relatos sobre vítimas que foram encaminhadas à Casa da Mulher Brasileira [centro especializado multidisciplinar para atendimento da mulher vítima de violência doméstica] por intermpedio do profissional que as atendeu no salão.”

De acordo com a juíza, o programa começou em 2017 rm Mato Grosso do Sul, capacitou 45 salões no estado e já foi replicado em estados como São Paulo, Pará, Piauí, Paraná e Pernambuco. Agora, os cursos profissionalizantes do Senac estão passando as informações na formação dos cabeleireiros, maquiadores, manicures e técnicos. “É informação correta que está sendo disseminada”, afirmou.

“No dia a dia do salão, a gente sabe, a gente ouve muita coisa. Ouve mulheres comentando sobre sua situação, seu relacionamento. Então, é um ambiente informal onde ela começa a ter acesso a tudo isso, e é mais fácil porque aqueles profissionais não vão ficar julgando a pessoa e vão dar as orientações, para que ela mulher entenda a situação em que se encontra”, acrescentou Jaqueline.

A promotora de Justiça Somaine Cerruti, coordenadora da área criminal do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro, ressaltoiu que a violência contra a mulher afeta toda a família. “A vítima mulher é uma das vítimas que mais nos são caras, porque aquele crime que acontece dentro de casa, no seio da família, acaba afetando a família como um todo, não só aquele núcleo familiar, mas a família estendida, as crianças. Então, o Ministério Público tem uma atuação muito grande no trato das vítimas e das mulheres”, disse Somaine.

Segundo Somaine, o projeto é importante para disseminar informações. “É uma iniciativa que procura chegar às pessoas, no lugar que elas frequentam no dia a dia, para esclarecer como agir quando elas, ou alguém querido, alguém próximo, está em uma situação de violência doméstica. Disseminar informação é fundamental, porque não adianta ter leis que protejam, essas leis precisam ser aplicadas. A gente precisa de uma mudança social.”

No Rio de Janeiro, os especialistas da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar começarão a capacitar 120 instrutores dos cursos do Senac a partir da próxima segunda-feira (19). Eles atuarão como multiplicadores junto aos alunos da instituição.

Via Agência Brasil

COMENTÁRIOS

Nome

Ambiente,102,Beleza,10,Cidades,260,Cinema,98,Colunistas,34,Comportamento,48,Concursos,101,Curiosidades,27,Diversos,742,Economia,168,Educação,179,Empregos,194,Esportes,227,Eventos,238,Fake,1,Flagrante,21,Gente,237,História,28,Humor,4,Internacional,65,Jogos,9,Justiça,131,Polícia,2084,Política,248,Religião,42,Saúde,205,Tecnologia,62,Trânsito,313,Vídeo,90,
ltr
item
Coisas de Socorro - NOSSA SENHORA DO SOCORRO E CONTEÚDO RELEVANTE: Salões de beleza para orientar sobre violência doméstica
Salões de beleza para orientar sobre violência doméstica
Clientes de salões, que sofram ou não violência Doméstica receberão dicas sobre como procurar ajuda.
https://1.bp.blogspot.com/-CL5kru4HCzg/XVHCQynEXVI/AAAAAAAANiA/xc7fKnbqcE8_QkbRa_i0maEJ3jhjpYklACLcBGAs/s640/manicure_servicos.jpg
https://1.bp.blogspot.com/-CL5kru4HCzg/XVHCQynEXVI/AAAAAAAANiA/xc7fKnbqcE8_QkbRa_i0maEJ3jhjpYklACLcBGAs/s72-c/manicure_servicos.jpg
Coisas de Socorro - NOSSA SENHORA DO SOCORRO E CONTEÚDO RELEVANTE
https://www.coisasdesocorro.com.br/2019/08/saloes-de-beleza-para-orientar-sobre.html
https://www.coisasdesocorro.com.br/
https://www.coisasdesocorro.com.br/
https://www.coisasdesocorro.com.br/2019/08/saloes-de-beleza-para-orientar-sobre.html
true
5139585072829268810
UTF-8
Abrir tudo Publicação não encontrada Ver tudo Ver mais Resposta Cancelar resposta Delete By Home Paginas Publicações Ver tudo Recomendado para você Marcador Arquivo SEARCH Todas as publicações Nenhum resultado encontrado VOLTAR PARA PÁGINA PRINCIPAL Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sabádo Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copie todo o código Selecione todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar Table of Content