Guarda Municipal de Aracaju cumpre mandado de prisão por violência doméstica

Compartilhar:

Grupamento Tático Operaciona - GTO, com a Patrulha Maria da Penha, realizou na manhã desta quarta-feira, 27, no bairro Santa Maria, mais uma prisão por descumprimento de medida protetiva.

Guarda Municipal de Aracaju cumpre mandado de prisão por violência doméstica

A Guarda Municipal de Aracaju em ação conjunta do Grupamento Tático Operaciona - GTO, com a Patrulha Maria da Penha, realizou na manhã desta quarta-feira, 27, no bairro Santa Maria, mais uma prisão por descumprimento de medida protetiva. O grupamento, coordenado pela Guarda Municipal de Aracaju (GMA), atua na assistência a mulheres vítimas de violência desde maio deste ano, a partir da parceria entre a Prefeitura de Aracaju e o Tribunal de Justiça de Sergipe (TJ/SE), num trabalho que visa, sobretudo, a preservar vidas.

A prisão ocorreu nas primeiras horas desta quarta, por meio de um mandado de prisão. A vítima foi uma das primeiras a ser assistida pela Patrulha e, de acordo com a GMA, a vítima e o agressor residem muito próximos um do outro, o que aumentou o grau de preocupação a respeito da segurança da mulher. 

“Todos os casos que começam a ser assistidos pela Patrulha têm um grau de risco alto e, aos poucos, esse risco vai diminuindo. No entanto, nesse caso específico, pela grande proximidade de moradia entre vítima e agressor, o risco sempre foi alto, então, a assistência a ela era ainda mais constante. Chegamos a ir à residência da vítima duas, três vezes num único dia e, inclusive, já tínhamos emitido uma certidão de risco, alegando que a condição de risco da vítima independia da atuação da Patrulha porque, como o agressor mora muito próximo, se ela pegasse um ônibus para ir trabalhar, por exemplo, já era um risco”, afirmou a GM. 

O processo base contra o suspeito foi iniciado em 2015, quando ele foi preso por agressão física. Com a atual prisão, já são três os processos contra ele, sendo que os dois últimos por quebra de medida protetiva.

“Durante um período, a situação se manteve estável, mas, há cerca de um mês, ele voltou a intimidá-la e se aproximar com maior frequência, ou seja, quebrou a medida protetiva. Por isso, junto a outras evidências, o TJ emitiu o mandado de prisão e enviou para a Patrulha. O mandado foi expedido ontem e no mesmo dia iniciamos as buscas e realizamos a prisão em via pública. O Grupamento Tático Operacional [GTO] da Guarda nos prestou auxílio na prisão e, logo depois, o suspeito foi conduzido para a delegacia. Agora, a Justiça é quem vai determinar a pena que ele deverá cumprir, que pode ser de três meses a dois anos de prisão”, relatou a coordenação da Patrulha. 

Graus de risco 
A Patrulha Maria da Penha acompanha os casos integralmente, durante 24 horas por dia. Os graus de risco são medidos através das cores verde, amarelo e vermelho, o que define a periculosidade do agressor, sendo o vermelho o mais grave. No caso da prisão ocorrida nesta sexta, o grau de risco era amarelo. 

“O trabalho da Patrulha é realizado através de visitas às assistidas e, no caso de ser visualizado o descumprimento da Lei Maria da Penha, ou até informação das assistidas de que houve esse descumprimento, a GMA age. As mulheres chegam até nós com grau de risco vermelho. Com o acompanhamento, de 65% a 70% delas mudam de grau de risco para amarelo ou verde porque a assistência constante acaba trazendo uma sensação de segurança maior e os agressores se sentem mais intimidados também”, destaca o coordenador da GMA, subinspetor Fernando Mendonça. 

Intensificação da Patrulha 
Como projeto piloto, nos primeiros três meses de atuação a Patrulha Maria da Penha atendia 20 mulheres cujos processos foram encaminhados pelo TJ/SE. Hoje, com os resultados obtidos através do trabalho constante, o grupamento passou a atender 25 vítimas de violência. 

“Finalizado o período de projeto piloto, identificamos que havia a possibilidade de aumentar o número de assistidas em 25%. No entanto, já foram atendidas 33 porque, em um dado momento, elas se sentem mais seguras e tiveram um retorno positivo e o agressor não se aproximou mais, então, algumas dessas mulheres dispensaram a assistência. Tanto as prisões como os resultados que estamos obtendo é um aparato para nos mostrar que estamos desenvolvendo um bom trabalho, tendo em vista que tudo se volta para proteger a vida dessas mulheres”, frisa o subinspetor. 

Com o intuito de assegurar o cumprimento da ordem judicial e evitar a reincidência dos atos abusivos, bem como garantir o encaminhamento dessa mulher aos demais serviços ofertados pela rede, a Patrulha tem atuado para aprofundar cada vez mais o olhar para as vítimas de violência. 

“O trabalho da Patrulha Maria da Penha é um avanço no combate à violência contra a mulher, veio contribuir ainda mais na rede de proteção. Com certeza, após o implemento do plantão 24 horas do DAGV [Departamento de Atendimento a Grupos Vulneráveis] e com a Patrulha, que são os serviços implantados mais recentemente na rede de proteção, as mulheres ganham muito mais tranqüilidade para denunciar e para manter a sua denúncia porque elas sabem que têm esses serviços, que estão sendo monitoradas. Nós, que acompanhamos de perto essa atuação, ficamos muito satisfeitos em ver que o trabalho tem sido feito com muito afinco, com muita inteligência, o que também facilita muito o trabalho da Polícia Civil”, considera a delegada da Mulher do DAGV, Renata Aboim. 


Via PMA

COMENTÁRIOS

Nome

Ambiente,102,Beleza,10,Cidades,260,Cinema,98,Colunistas,34,Comportamento,48,Concursos,101,Curiosidades,27,Diversos,742,Economia,168,Educação,179,Empregos,194,Esportes,227,Eventos,238,Fake,1,Flagrante,21,Gente,237,História,28,Humor,4,Internacional,65,Jogos,9,Justiça,131,Polícia,2084,Política,248,Religião,42,Saúde,205,Tecnologia,62,Trânsito,313,Vídeo,90,
ltr
item
Coisas de Socorro - NOSSA SENHORA DO SOCORRO E CONTEÚDO RELEVANTE: Guarda Municipal de Aracaju cumpre mandado de prisão por violência doméstica
Guarda Municipal de Aracaju cumpre mandado de prisão por violência doméstica
Grupamento Tático Operaciona - GTO, com a Patrulha Maria da Penha, realizou na manhã desta quarta-feira, 27, no bairro Santa Maria, mais uma prisão por descumprimento de medida protetiva.
https://4.bp.blogspot.com/-Qw7cmHdIl4M/Xd7Kx_2geiI/AAAAAAAANrI/JXl3aWo-GVkjZn3TKTDozBJSeu6mxugTACK4BGAYYCw/s640/gma%2Bpmp.jpeg
https://4.bp.blogspot.com/-Qw7cmHdIl4M/Xd7Kx_2geiI/AAAAAAAANrI/JXl3aWo-GVkjZn3TKTDozBJSeu6mxugTACK4BGAYYCw/s72-c/gma%2Bpmp.jpeg
Coisas de Socorro - NOSSA SENHORA DO SOCORRO E CONTEÚDO RELEVANTE
https://www.coisasdesocorro.com.br/2019/11/guarda-municipal-de-aracaju-cumpre.html
https://www.coisasdesocorro.com.br/
https://www.coisasdesocorro.com.br/
https://www.coisasdesocorro.com.br/2019/11/guarda-municipal-de-aracaju-cumpre.html
true
5139585072829268810
UTF-8
Abrir tudo Publicação não encontrada Ver tudo Ver mais Resposta Cancelar resposta Delete By Home Paginas Publicações Ver tudo Recomendado para você Marcador Arquivo SEARCH Todas as publicações Nenhum resultado encontrado VOLTAR PARA PÁGINA PRINCIPAL Domingo Segunda-feira Terça-feira Quarta-feira Quinta-feira Sexta-feira Sabádo Dom Seg Ter Qua Qui Sex Sáb Janeiro Fevereiro Março Abril Maio Junho Julho Agosto Setembro Outubro Novembro Dezembro Jan Fev Mar Abr Maio Jun Jul Ago Set Out Nov Dez Agora 1 minute ago $$1$$ minutes ago 1 hour ago $$1$$ hours ago Ontem $$1$$ days ago $$1$$ weeks ago mais de 5 semanas atrás Seguidores Seguir ESTE CONTEÚDO PREMIUM ESTÁ BLOQUEADO PASSO 1: Compartilhe em uma rede social PASSO 2: Clique no link da sua rede social Copie todo o código Selecione todo o código Todos os códigos foram copiados para sua área de transferência Não é possível copiar os códigos / textos, por favor pressione [CTRL] + [C] (ou CMD + C com Mac) para copiar Table of Content